A VIA CRUCIS DO DESEJO FEMININO: UM ESTUDO SOBRE A ESCRITA DE CLARICE LISPECTOR

Nome: Cristiane Palma dos Santos Bourguignon
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 14/12/2016
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Olga Maria Machado Carlos de Souza Soubbotnik Co-orientador
Stelamaris Coser Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Augusta Wanderley Rodrigues de Miranda Examinador Interno
Andréia Penha Delmaschio Examinador Externo
Luís Eustáquio Soares Examinador Interno
Stelamaris Coser Orientador

Resumo: Esta tese discute a presença do desejo feminino na ficção da escritora brasileira Clarice Lispector. O recorte da pesquisa é o polêmico livro A via crucis do corpo, publicado pela escritora em 1974. O volume foi mal recebido pela crítica da época de lançamento e foi pouco traduzido até hoje. Encomendada para falar de sexo, a obra é bastante crítica, elaborada num tom irônico por meio de narrativas que exibem a crueza e a complexidade humanas. Criticando o mercado literário, o livro utiliza o sexo como tema para tratar também de outras questões, como a violência e a opressão. Numa aproximação da psicanálise à literatura, a pesquisa aborda explicações sobre o desenvolvimento da sexualidade, considerando as teorias freudiana e lacaniana sobre a feminilidade. Ironizando temas complexos e perigosos, a começar pelo título, A via crucis do corpo sugere traços de feminismo e de autobiografia nos seus textos de ficção. A tese faz um recorte da fortuna crítica e acadêmica da escritora e também retoma a crítica feminista de Hélène Cixous e Luce Irigaray sobre a escrita clariceana.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910